riccel-fb riccel-in riccel-yt instagram right-arrow Made with love by Platz"

Sem dúvida, os bons resultados surgem com bons planejamentos. No caso dos serviços de higienização isso não é diferente, pois planejar é uma atitude que pode gerar vantagens como qualidade nas ações e até economia.

No texto de hoje, falaremos sobre como montar uma planilha de limpeza de condomínio para que as tarefas sejam cada vez melhores. Confira!

Qual a função da planilha de limpeza?

De fato, um condomínio conta com muitos ambientes que exigem higienização constante, como portarias, piscinas e elevadores, por exemplo. Além disso, cada um desses locais demandam diferentes materiais e regras. Ou seja, organizar os serviços é uma maneira de ter mais eficiência.

Portanto, uma planilha de limpeza de condomínio é ideal para reunir as informações e traçar uma boa estratégia de trabalho. Afinal, com tantas tarefas é preciso atenção para limpar todos os locais. Dessa forma, o material funciona como um checklist, que garante que nenhum serviço seja esquecido.   

Além disso, esse documento de organização consegue traçar horários e estipular prazos para as ações. Desse modo, é possível evitar atrasos e acúmulos de atividades.

planilha de limpeza de condomínio

O que inserir no cronograma?

A planilha de limpeza de condomínio, que deve ser preenchida com a supervisão do síndico, precisa atender as necessidades do local. Mas algumas informações devem ser levadas em conta para estabelecer a higienização condominial, como por exemplo:

  • Quantidade de ambientes e áreas comuns;
  • Calendário de manutenções;
  • Número de funcionários;
  • Frequência de limpeza;
  • Fluxo de pessoas, incluindo condôminos, visitantes e prestadores de serviço;
  • Usabilidade de cada local dentro do condomínio.

Além disso, para facilitar o trabalho da equipe responsável, a dica é inserir as seguintes informações em seu conteúdo:

  • Data do trabalho;
  • Local do serviço;
  • Horário de início, intervalo e prazo de conclusão;
  • Observações necessárias, como possíveis reparos e interdições;
  • Quais serviços devem ser feitos todos os dias, semanalmente ou mensalmente.

Considere as particularidades do condomínio

De fato, toda a rotina do local deve ser estudada para que os horários não acabem sendo um problema para os condôminos e funcionários. Por isso, primeiramente, é fundamental analisar o perfil do lugar para montar a planilha de limpeza de condomínio. Desse modo, a dica é observar se trata-se de um ambiente residencial ou comercial, pois as necessidades podem variar por conta do fluxo de pessoas.

Calcule o rendimento dos
nossos produtos concentrados

Veja o custo-benefício dos produtos Riccel comparado com a concorrência.

Calculadora
Cadastre-se agora mesmo!

Da mesma forma, também é muito importante conseguir identificar quais são as áreas comuns e com qual frequência o empreendimento recebe eventos.  Por fim, o recomendado é analisar se o condomínio possui muitas crianças e se está perto de rodovias e vias que gerem maior poluição.

Escolha os melhores materiais

Certamente, é fundamental que além da planilha de limpeza de condomínio, o empreendimento conte com uma equipe especializada que conheça as necessidades do local e ajude a deixar o cronograma ainda mais vantajoso.

Além disso, a dica é apostar apenas nos melhores equipamentos e produtos, pois assim o resultado será ainda melhor. Vale lembrar que cada área exige técnicas diferentes. Por isso, o recomendado é investir nos materiais adequados para cada situação e criar uma lista para controlar seu uso. Assim, o estoque fica sempre em ordem e com as quantidades corretas para a limpeza mensal ou semanal.

Aliás, os produtos da Riccel são excelentes aliados dos condomínios, com itens de tratamento de piso, higienização e manutenção. Acesse o nosso site e conheça as melhores opções para a limpeza profissional deste tipo de empreendimento.